Robô se transforma em líquido para escapar de prisão

curiosidades

Pesquisadores da Universidade Carnegie Mellon, nos Estados Unidos, e da Universidade Chinesa de Hong Kong acabam de criar um novo tipo de material que pode imitar os poderes do T-1000, o ciborgue metamorfo da franquia de filmes O Exterminador do Futuro.

Em um vídeo divulgado pelos pesquisadores, um minúsculo robô pode ser visto escapando de uma pequena cela, derretendo-se em forma líquida para se mover através das barras e, em seguida, retornando ao seu estado sólido.

Isso lembra a cena de O Exterminador do Futuro 2 – O Julgamento Final, em que o T-1000 se transforma em uma substância aquosa para deslizar por um conjunto de barras que bloqueava seu caminho enquanto tentava matar Sarah Connor.

Embora as habilidades do robô possam parecer preocupantes, os pesquisadores garantem ao mundo que seu mini robô nunca foi encarregado do assassinato de John Connor e, em vez disso, eles estão explorando seu potencial para aplicações biomédicas.

A autora sênior, Carmel Majidi, explicou a ciência por trás do robô que muda de forma, revelando que as partículas magnéticas entram em ação de duas maneiras para facilitar a liquidação. Ela disse: “Uma é que eles tornam o material responsivo a um campo magnético alternado, para que você possa, por indução, aquecer o material e causar a mudança de fase”. Mas as partículas magnéticas também dão mobilidade aos robôs e a capacidade de se mover em resposta ao campo magnético.

O professor Majidi acrescentou: “O trabalho futuro deve explorar mais como esses robôs podem ser usados dentro de um contexto biomédico. O que estamos mostrando são apenas demonstrações pontuais, provas de conceito, mas muito mais estudos serão necessários para investigar como isso poderia realmente ser usado para administração de drogas ou para remover objetos estranhos em um corpo.”

O doutor Chengfeng Pan, líder da equipe do projeto de pesquisa, explicou como o robô pode ser utilizado na medicina moderna. “Dar aos robôs a capacidade de alternar entre os estados líquido e sólido os dota com mais funcionalidade”, disse ele. “Agora, estamos impulsionando esse sistema de materiais de maneiras mais práticas para resolver alguns problemas médicos e de engenharia muito específicos”.

Pan também explicou que eles usaram os robôs para remover um objeto estranho de um estômago modelo e para administrar medicamentos sob demanda no mesmo estômago.

matéria-completa

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *